IFSP Campus Capivari promove Palestra sobre Dependência Química


Esta semana, mais precisamente na noite do dia 05/05, o IFSP Campus Capivari recebeu, por convite do serviço sociopedagógico do Campus, a visita do Professor Ricardo Galhardo Blanco que ministrou (em duas sessões) sua palestra sobre a percepção dos riscos da dependência química. A atividade, mais uma vez, contou com a colaboração do Secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social do município de Capivari, Sr. Cristian Fernandes, que viabilizou a visita do Professor Ricardo ao IFSP Campus Capivari.

Durante a animada palestra, o Professor conversou com os participantes sobre as reflexões, contestações e opções encontradas pelos jovens, entre 10 e 30 anos. Estimulou-os a pensar, principalmente, nas seguintes questões: como percebemos, por exemplo, os riscos que corremos diante das opções que tomamos? E como determinados fatos podem mudar essa primeira percepção?

Professor Ricardo Galhardo Blanco ministrou palestra sobre a percepção dos riscos da dependência química

Professor Ricardo Galhardo Blanco ministrou palestra sobre a percepção dos riscos da dependência química

A bem estruturada palestra não fugiu de sua temática: as drogas, que liberadas ou proibidas, geram dependência e destroem vidas.

Momentos de diversão e gargalhadas fizeram parte da atividade e colaboraram para a reflexão sobre o uso das drogas e suas consequências. Dentre os temas abordados, a relação entre os jovens e seus pais, bem como a importância do respeito aos pais e professores foram trabalhados com a exibição de vídeos e questionamentos aos participantes.

Enfim, para finalizar a palestra, o Professor Ricardo sugeriu uma droga que não só podemos, como devemos nos viciar, a Oxitocina: um hormônio que traz uma série de benefícios à saúde física e mental, ajuda a relaxar, controlar medos ou ansiedades e chega naturalmente a nosso cérebro toda vez que abraçamos alguém.

1 Comentário  »

  1. Maria Ivete Pavan says:

    Parabéns pela matéria. Muito bem escrita.

RSS para os comentários desta matéria, TrackBack URI

Deixe um Comentário